segunda-feira, 10 de maio de 2010

FemAle na Estrada: Fim de semana em SP

Na quinta-feira, 5 de maio, peguei a estrada em direção à terra da garoa.

Primeira parada: capital. Forneria Melograno. O bar é simplesmente um dos melhores do Brasil, e foi eleito pela revista Veja em 2009 como a melhor carta de cervejas de SP. Pudera, um dos proprietários é um grande especialista, além de um apaixonado por cervejas, e conduz com muita maestria todo o funcionamento. A carta de cervejas é toda harmonizada com as comidas e vice-versa. Tudo feito por quem entende de verdade, por quem estudou pra isso. Uma harmonização na qual se pode confiar.



A chopeira convidada de quinta-feira teve o chopp Bottobier Munchen Hell, que foi "espetado" às 19h30min e durou míseras 2 horas e meia. O chopp voou. Foi bonito de ver.



Pra forrar o estômago, os famosos sanduíches de forno, feitos com massa de pizza. O Giotto, de cogumelos, é meu preferido, se é que se pode preferir 1 só.

Esse na foto é o de queijos.


Lá, conheci a recente Confraria Paulistana, formada há 2 meses, mas já super ativa. Sorte e boas cervejas a vocês!


Segunda parada: Votorantim. Na sexta, bem cedinho, acompanhei a brassagem da Tcheca, uma bohemian pilsner, lançada pela Biertruppe pela primeira vez em 2008, e que será agora reeditada. Aguardamos ansiosamente por aqueles maravilhosos IBUs.


Tive o prazer de jogar os lúpulos de amargor.


Lá, tivemos a oportunidade de degustar a Biertruppe nº1, uma barley wine maturada em barris de carvalho. Nem vou dar minhas impressões, pra esperar todo mundo ter a chance de degustar quando ela for finalmente pra venda, mas posso adiantar, tal qual o Randy Mosher: "Oh, Brazil! You will have to wait for this beer!"

A Vintage da Biertruppe!


A fervura da Tcheca!


A Biertruppe: Edu Passarelli, Alexandre Bazzo, André Clemente e Botto!

A Biertruppe faz suas produções na fábrica da Cervejaria Bamberg, em Votorantim, 1h de SP. Todas as cervejas da Bamberg são produzidas de acordo com a Reinheitsgebot. Eles têm 5 estilos fixos, pilsen, trigo, rauch, schwarzbier e münchen; e os sazonais bock e alt. Fora isso tudo, ainda estão cheios de novidades: uma munich helles, uma weizenbock e uma weizenbock maturada 4 meses em barril de carvalho e com fermento de champagne.




Essa cervejaria é um show. O diferencial está na paixão com que é feita, no fazer cerveja não só pra vender, mas pra educar, divulgar, visando o desenvolvimento da cultura cervejeira, diferente dos tantos oportunistas que apenas visam ganhos nesse mercado incipiente.



Em julho volto pra lá.


Olhem que lindo: eles vendem Colorado também!



Terceiro destino: Ribeirão Preto. Na alvorada de sábado fomos pra cidade que AMO, praticamente um segundo lar. Me sinto em casa com aquelas pessoas.

O Empório Biergarten, aquela lojinha gostosa de cervejas e artigos de jardinagem, ficou pequeno pra tantas novidades e fez uma bela ampliação. O espaço ao lado, agora, tem mais uma geladeira de cervejas, 4 chopeiras e mais mesas pra acomodação do pessoal.





Gabi e eu no ponto de interseção entre as lojas.


A inauguração foi um luxo. Tivemos chopp Lund, Olimpo (chopp Monasterium da Falke Bier), Colorado Indica e Bottobier Munchen Hell. Os 50 litros do Bottobier acabaram em 3 horas (ou menos, como a Gabi comentou aqui). Frenesi total.

Chopp Olimpo da Falke.

Chopp Colorado Indica


Zé Virgílio, da Pratinha, Marcelo, do Biergarten, e Botto, da Bottobier.


Presentes pra Gabi e pro Marcelo.


Na mala, trouxe algumas cervejas e copos (dá pra acreditar que tem coisa que vale mais a pena comprar lá do que aqui? Eles têm preços MUITO honestos). Trouxe também uma caixa do Refrigerante Maçã Don pras minhas amigas FemAles provarem algo diferente de cerveja.


Os que ficaram até os minutos finais degustaram a Vintage da Biertruppe.


No dia seguinte, um super café da manhã de padaria com os amigos Daniel (abaixado, na foto) e Ana Regina (atrás do Botto), e estrada. Assim, voltamos pra casa, exaustos, em 11h de viagem, mas com sabor de quero mais. Um brinde!

5 comentários:

FemAle Duda disse...

Ótimo post, Tati! Estou precisando ir cohecer a Bamberg URGENTE!!!!

FemAle Talita disse...

Que fim de semana cervejeiro maravilhoso hein!!!!

Gabriela disse...

Oi, querida!
Tô pra te dizer que o Bottobier acabou em menos tempo, hein!? Acho que não chegou a durar três horas no Biergarten... ;)
Foi um prazer IMENSO receber vocês! Muito obrigada pelo carinho!

Beijão

Gabi

José Raimundo Padilha disse...

Tati, que inveja boa de sua viagem! Não conheço Ribeirão, nem o Melograno, nem Votorantim. Me deu vontade de fazer o mesmo roteiro. Gostei também de ver os novos rótulos da Bamberg - não tinha visto ainda, ficaram muito legais. Parabéns pela repercussão do chope do Botto! Merecidíssimo. Sou fã incondicional e tenho tomado sempre aqui no Beertaste. Bjs.

FemAle Tatiana disse...

Padilha,

Dia 25 de julho haverá o concurso da ACervA Paulista, uma super festa na Bamberg.

Vê se se anima. Eu, Botto, Mauro e Ricardo já estamos conifrmados.

beijos