terça-feira, 11 de abril de 2017

Cerveja nova no pedaço, encontro de março


 Preconceito: pré-conceito, sentimento hostil, assumido em consequência da generalização apressada de uma experiência pessoal ou imposta pelo meio; intolerância.

Verdade seja dita. A maior parte dos cervejeiros caseiros do Brasil tem preconceito contra o  extrato do malte, diferente do que acontece nos EUA, berço da revolução da cerveja artesanal. Eu confesso que sempre tive um baita preconceito. Mas, verdade seja dita de novo, há tempos não faço cerveja muito por conta da falta de... tempo. Passar aproximadamente 8,9,10 horas em frente a uma panela fumegando tem me deixado preguiçosa. O lazer é curto, principalmente quando se tem um moleque de 6 anos em casa, e o trabalho da cerveja de panela é longo.


Extrato da BR Craft, das FemAles Dani e Lu
Em tempos modernos temos mesmo é que combater o preconceito e estarmos abertos para novas experiências. Foi por isso que, quando a Dani sugeriu fazer uma cerveja da Female com extrato de malte para mandar para o Concurso Nacional que acontece este ano em Natal (como de hábito, no feriado de Corpus Christi), todo mundo se empolgou. E quando ela disse que em duas, três horas, a bichinha estaria fermentando... AfemariaAle, aí mesmo que eu me empolguei. 

Cerveja escolhida: Vienna. Receita programada. Local definido: casa da Duda. E lá fomos nós brassar, com extrato da da BR Craft, distribuidora da insumos cervejeiros das FemAles Lu, Dani e de seu marido Rafael (Augusto) Oliveira.

Água


Malte
Fermento

Lúpulo










A
Conseguem sentir o cheirinho do malte??






A cerveja, que ainda não foi batizada, está terminando de fermentar na casa da Duda, já no final do descanso do diacetil (eca). Nesse encontro, tivemos a participação dos maridos Rafa (Dani), Luiz (Flavinha) e Ricardo (Duda), além dos lindos mascotes Tiago, Felipe e Dani. Tomamos Heineken, Vertigem (uhmmmm) e algumas cervejas especiais que a Flavinha trouxe, entre elas exemplares da Ranz, do Gustavo Ranzato, de Lumiar. Comemos pizza e de sobremesa um delicioso cheesecake que a FemAle Regina, cozinheira da mão cheia, trouxe pra adoçar a vida.




Nossa receita para 20 L

4,5 kg de Goldpils Vienna da Briess - extrato
28 g Commet a 60 min
10 g Cascate a 5 min
10 g Willamette a 5
10 g de Chinook a 5
2 pacotes de Mangrove Jack's M76 Bavarian Lager
OG de 1059 (um pouco mais alta do que esperávamos)
FG esperada de 1015
IBU 40,4
Teremos ainda um dry hopping
10 g de Willamette
10 g de Chinook
10 g de Mosaic





Sobre o preconceito, a gente enterra e esquece, porque isso não faz bem para ninguém. Só sei que já peguei dois potes de extrato de malte base para mim e vou usar, com maltes especiais, na minha próxima leva. Daqui a pouco nossa cerveja está pronta e a gente conta pra vocês como ficou. 






quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Encontro de Janeiro - Birreria Escondido e Boteco Colarinho

Nosso encontro de janeiro foi organizado pela FemAle Claudinha. Aproveitamos que ela estava de férias no Rio de Janeiro para marcar o primeiro encontro do ano com ela por aqui. Não sei se vocês sabem, mas ela mora no Chile!!!
Como ela já está um tempo fora do Rio, tinham vários bares que ela ainda não conhecia e então selecionamos dois para este primeiro encontro.
O primeiro foi o Birreria Escondido. Ela precisava provar aquelas pizzas maravilhosas com a seleção de cervejas de 16 torneiras de chopp.

Dani, Duda, Lu e Claudinha


Diego Baião chegou bem na hora pra foto oficial!
Depois de muita pizza e chopp, viramos a esquina para conhecer a ampliação do Boteco Colarinho, velho conhecido das FemAles.
E ele ficou lindo!!! Com uma câmara fria de 3 metros de altura e duas janelas de vidro com capacidade para 33 torneiras que, segundo Diego Baião, vão ser usadas em grandes eventos, podendo ser divididas em 20 torneiras de chopp, 10 torneiras de drinks e 3 de soft drink (limonada, mate gaseificado...), por exemplo.

Câmara Fria
A gente se divertiu!

Até fevereiro!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Ceia de Natal da FemAle Carioca

Em dezembro rolou a já tradicional Ceia da FemAle Carioca, só que esta veio com mais novidades!
O encontro aconteceu na casa da FemAle Talita, que tem um terraço delicioso que acomoda todos nós: FemAles, MascotAles e convidados ;-)


Esse ano teve salada, comidinhas, churrasco e muita cerveja! O Rafael Oliveira ainda nos brindou com uma Imperial IPA caseira.


No meio da festa a FemAle anunciou as novidades: duas novas meninas foram convidadas a fazer parte deste seleto grupo das FemAles Cariocas. Foram elas, Claudia Moreno e Daniele Felippe. Agora o grupo está completo. Vejam como ficou lindo! ;-)

Nós somos FemAle Carioca!
Saúde!
Depois disso a festa rolou solta!!! 




Feliz 2017!!!


quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

FemAle Carioca no jornal O Dia


Logo depois da retomada da FemAle Carioca, fomos convidadas para uma entrevista na coluna "dmulher" do Jornal O Dia. Foram muitas fotos e um pouquinho da nossa história que você pode conferir nas fotos da reportagem.





Nos divertimos!!

Agradecimento especial à repórter Brunna Dondini e ao fotógrafo Daniel Castelo Branco.