segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Bares: Bar da Frente

Quando no cardápio é tudo tão gostoso, que você não sabe o que pedir, é sinal de que o bar é bom, e esse é o Bar da Frente.

O Bar da Frente, que fica na Praça da Bandeira (Rua Barão de Iguatemi, 388), funciona onde era o antigo Aconchego Carioca, num retângulo com ladrilhos cor de laranja, super aconchegante, cheio de cervejas especiais, chopp artesanal e petiscos feitos por mãe.

Quando o Aconchego Carioca se mudou para uma casa maior, literalmente em frente a onde estavam, Mari e Valéria, melhores amigas das donas do Aconha, ficaram com o local, e não poderiam ter escolhido nome melhor.


FemAles + convidadas + Valéria e Mari (mãe e filha, em pé) , donas do Bar da Frente!


O bar começou modesto, mas logo adquiriu personalidade (e forte), e hoje é praticamente a cozinha da minha casa, pois sempre passo lá pra almoçar ou comer uma empada de palmito.

A aposta da carta de cervejas é só ter representantes nacionais. Existe patriotismo maior do que esse?

A FemAle Carioca fez nesse dia uma reunião aberta, informal, e recebemos algumas amigas e leitoras, como a Dani, que foi conosco na "Caravana FemAle no Buteco" (em que rodamos de van 10 bares num dia só, provando os petiscos do Festival Comida di Buteco) e a Lane, leitora do blog, que nos mandou email e foi nos conhecer. Uma honra!

Flavia, Tatiana, Regina, Lane e Dani.

Começamos uma harmonização de boteco bem informal , e pedimos:

1) bolinho de arroz de puta rica, que leva carne seca e vários temperinhos e coisinhas, super original e gostoso. Vem acompanhado de molho de mostarda com mel.

Bebemos com a Eisenbahn Pale Ale, que suavizou demais perto do bolinho, e com a Colorado Appia, uma cerveja de trigo com mel de laranjeira, muito boa. Mas achamos que com uma rauchbier iria funcionar muito melhor.




2) Fofinho de Camarão, que não dá nem pra explicar. É um camarão grande, envolto em catupiry e uma massa deliciosa, num molhinho super gostoso.

Achamos que, pela delicadeza do petisco, ele iria bem com o chopp artesanal bottobier, do estilo munich helles, e realmente passou no teste. Aprovado com louvor!

Só de ver essa foto, dá vontade de voltar ao bar!

3) Fondue de coxinha. Ui! Um creme de queijo quente (vem à mesa num rechaud com fogo), pra servir de molho às deliciosas coxinhas de galinha.

Pedimos a âmber da Mistura Clássica. Regina, Flavia e Dani consideraram essa harmonização mais que perfeita. Já eu (Tatiana) e Lane gostamos mais do fondue com a Appia, da Colorado.

Boa pedida!


4) Crocante de camarão com coco verde, com 2 chutneys, um de maracujá e outro de iogurte com hortelã. Pela descrição, dá pra entender porque a Flavinha perde a linha com essa delícia.

Pra acompanhar, um rodada do chopp Bottobier, oferecida pelo próprio. Achamos que harmonizou melhor com o molho de maracujá.

Foi tão legal, que, na ânsia de comer, esquecemos de tirar foto. rs.

5) Bolinho de Estrogonofe servido em batata palha. Incríveis o gosto e textura.

O Giovanni, da Balkonn, parceira da ACervA Carioca, nos ofereceu algumas cervejas do seu portifólio. Então combinamos o bolinho com a Svyturys, da Lituânia, que traz sua fórmula mais antiga, uma Märzen, apesar de dizer no rótulo que é uma Dark Red Ale, segundo o Giovanni.

Atestamos a excelência da combinação. Muito bom!

6) Bolinho de Feijoada com rauchbier da Bamberg. Uma coisa maravilhosa + outra coisa maravilhosa = nota 1000!

Que isso, né!? Não deu vontade de ir lá agora?


7) De sobremesa, levei as trufas de chocolate com extrato de DME, que o Pete Slosberg fez aqui em casa pra me ensinar. Nem precisa dizer que combinou divinamente com a Colorado Demoiselle.

Regina servindo e eu fingindo que não sabia que estava na foto.


Os meninos, que estavam bebendo na terça-sim da ACervA Carioca no Aconchego, não paravam de vir tentar bicar nossa comilança e bebelança. Só sossegaram quando deixamos que eles nos servissem de garçom, trazendo as cervejas que o Giovanni nos havia presenteado, que estavam na geladeira do Aconchego.

Os intrusos e Aconchego Carioca ao fundo!


Isso, Rafael, obrigada!


E nessa onda de leva e traz, bebemos também as Bierlands pale ale e weizen, preferidas da Lane.


Que noite deliciosa!

Um brinde!

3 comentários:

Alessandra T disse...

Que maravilha heim meninas!!
Uma delícia tudo! Quando eu for ao Rio tentarei visitar o bar!!
abraço.
Alessandra Távora
@cervejaeesmalte
www.cervejaeesmalte.com.br

FemAle Tatiana disse...

Lá é maravilhoso, Alessandra! Venha logo!

Beijos

Rafael disse...

Foi um prazer servir!!!

Bjs,

Rafael