sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Degustação às cegas do estilo Weiss


Cinco FemAles e três selecionados (Tasso está tirando a foto)

Dia 29 de outubro foi dia de encontro e degustação do estilo Weiss.
Nos empolgamos de novo e escolhemos 8 rótulos (baita evolução, já que no primeiro foram 14).

Foram 6 comerciais e 2 caseiras. Como eu, Talita e Tasso nos atrasamos muito, iniciamos meio às pressas, com pequenas apresentações, e botamos logo os meninos pra trabalhar.



A ordem escolhida pelo Maurinho, Duran e Tasso, nossos selecionados pra participar, foi a seguinte: Erdinger, Paulaner, Licher, Beide (caseira da Talita e Tasso), Franziskaner, Justus, Cervejarte (caseira do Ricardo Rosa), Weihenstephaner e Skol.

Isso mesmo, caros amigos, os meninos, no mais legítimo espírito de travessuras Halloween, nos pregaram essa peça, provavelmente achando que não fôssemos perceber a gaiatice no primeiro aroma de nada com coisa alguma.


Cara de travessos


Elegemos por unanimidade a Licher como a melhor cerveja, que delícia! A Paulaner, também com o voto das 5, ficou em 2º lugar.


Grande vencedora, sugestão da Flávia

Vice-campeã

As divergências começaram a partir do 3º lugar. Foram 2 votos pra Franziskaner, 2 pra Justus e o meu pro Ricardo.
Na 4ª colocação foram 2 pra Weihenstephaner, Ricardo, Justus e Franziskaner.

Trabalho árduo

Decepção mesmo foi a Erdinger. Só ganhou da Skol.


Desvendando o mistério da ordem das cervejas


Pra não cometer injustiças, faço uma ressalva. Como já sabíamos, o número de rótulos foi elevado, e após a 5ª cerveja a percepção começou a ficar prejudicada, principalmente porque às vezes nossos serviçais passavam dos 100ml que queríamos.


Duran, de garçom

Outro ponto negativo, mas que estava na pauta da reunião, foi a questão dos copos a serem utilizados. Vimos que fizemos um pouco errado, principalmente eu, que usei copos de boteco.


Ultrapassadas as 9 (ufa!), passamos ao jantar. Por recomendação de quem recomenda com propriedade, harmonizamos 2 representantes nacionais do estilo Weiss - Eisenbahn e Bohemia -e uma alemã - Weihenstephaner - com frutos do mar, numa mistura de cozinha tailandesa com peruana.
De entrada tivemos Ceviche, preparado pela Regina e Duda.
O prato principal foi camarão ao curry, gengibre, num molho de tomate com leite de coco, preparação minha e da Talita.


Harmonização de frutos do mar com cervejas de trigo

De sobremesa, a Talita fez maçã assada no açúcar mascavo e canela, servida com sorvete de creme. Pra harmonizar, Weihenstephaner Dunkel.

O ponto alto da noite foi que à medida que o álcool entrava, a verdade saía, e com isso “pegamos intimidade” e rimos à vera.

Talita e Tasso

Duran e Regina

Duda e Maurinho

Pro próximo encontro já temos cozinheiro. O Maurinho gostou tanto de nos servir, que pediu também pra cozinhar. Vamos ter fila daqui a pouco...


Final de festa!


Um brinde aos Males e FemAles!

2 comentários:

FemAle Duda disse...

Foi maravilhoso !!! E o texto está ótimo!! Parabéns a todos !!!

Bernardo Cotrim disse...

Eduarda, o blog de vcs já foi devidamente adicionado à lista de favoritos do Geléia Geral. Quando estiver com tempo sobrando, nos visite lá: www.geleiageralll.blogspot.com
Beijos,
Cotrim.