segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Ceia de Natal Trapista

Neste domingo aconteceu a IV Ceia de Natal da FemAle Carioca, e, pra fechar o ano em alto estilo, que brinde melhor que 8 trapistas?!
A anfitriã da Ceia foi a FemAle Flavinha, que nos recebeu com mosaico de jogos da final do Brasileirão.

Iniciamos a ceia trapista com a Achel Blond, degustada com panetone, já que queríamos harmonizar por semelhança, e as características da cerveja combinariam com frutas cristalizadas. Só que o panetone, mais adocicado, acabou sobressaindo um pouco à bebida.


A Orval, condimentada e levemente acética, combinaria perfeitamente com salmão e características cítricas, daí um ceviche de salmão com filé de pescadinha, feito pela FemAle Duda. Perfeito para alguns! A Talita e Regina, contudo, acharam que sem cebola a combinação funcionaria melhor.

A Rochefort 6 foi degustada, diferente das anteriores, por contraste, com gorgonzola.  O queijo, solo, sobressaiu, com uma torradinha ficou melhor. Tentamos, então, com grana padano e geleia artesanal de amora. Incrível!

A Mont Des Cats, que é a 8ª trapista, trazida de presente Das-Zuropa pelo Botto, é francesa, mas feita em Chimay, por enquanto. É uma dubbel de 7,6% abv, e foi harmonizada com queijo suíço e grana padano. Bem bom. No monastério é harmonizada com queijo de cabra curtido.
A Westmalle Dubbel foi degustada também com queijo suíço.

A Chimay Blue harmonizou com filé grelhado ao molho de Chimay Blue, preparado pelo mAle Maurinho Nogueira.

Nesse meio tempo bebemos as Magnus, do cervejeiro, que começou como caseiro, Magno, de SP; e algumas Lady's Flowers, da cervejeira Karina, de Itajaí/SC.

A próxima foi a Westmalle Trippel, com penne ao pesto, já que as características condimentadas da trippel vão muito bem com pesto e manjericão.

Achel Bruin acompanhou sorvete ucraniano de creme com calda de chocolate, feito pela FemAle Regina. Arrasou!

Westvleteren 12! Uau!

A La Trappe quadruppel oak aged é incrível. Muito boa. E harmonizou demais com grana padano com geleia artesanal de amora, do Sitio Humayta, de Petropolis.


Pra finalizar a noite mais que perfeita, os presentes que a Lu trouxe da Europa, uma Ipa francesa, uma belgian christmas ale e uma double ipa. Muito boas e diferentes.

No meio disso tudo, rolou o tradiça FemAle Oculto.
Flavinha tirou Tati pelo 4º ano consecutivo. Tati tirou Talita pela 3ª vez.
Talita tirou Regina, que tirou a filhota Duda
Duda tirou Lu, que presenteou Flavinha


hohoho!!! Feliz Natal, amigos cervejeiros! Obrigada pela companhia em 2011! Feliz Ano Novo!

5 comentários:

André Lira disse...

Muito legal, de dar água na boca! Parabéns e Feliz Natal para a FemAle Carioca! :)

FemAle Duda disse...

Obrigada e Feliz Natal, André!!!

Antonio Carlos disse...

Gostei da idéia.
Só que vou fazer uma ceia lupulada.
Feliz Natal com belos goles.

Vanessa disse...

eu quero ser amiga de vocês :)

Katia Bonfadini disse...

Que delícia de degustação natalina! Estou doida pra promover mais um evento dedicado à cerveja lá em casa!!!!! Um grande beijo!