quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Degustação de Nacionais no Lapa Café


Tá bom pra você?

Foi essa a primeira noite de degustações de cervejas no Lapa Café. A série acontecerá toda semana e sempre trará um palestrante e cervejas diferentes para serem apreciadas pelo público.


Júnior, o dono da casa, abrindo a primeira noite


A noite foi de algumas nacionais, e quem nos brindou com seu conhecimento foi o Maurinho. Começamos com as pilsens Conti (SP), Backer (MG) e Colorado Cauim (SP). Os gostos variaram na mesa, e cada rótulo teve sua preferência na opinião dos degustadores.

As pilsens e o Maurinho, explicando o que esperar do estilo


Atuação do Maurinho


As primeiras degustadas e minha caneta-polvo anotando tudo



Seguimos então para as 2 representantes do estilo trigo: a mineira Backer e a Mistura Clássica (de Volta Redonda/RJ).




A Mistura Clássica é uma cerveja excelente, mas essa, em particular, não estava tão legal. A Backer faturou a preferência, com mais ésteres e cremosidade.




A próxima foi uma Backer Pale Ale, apreciada por todos na mesa.



A mineirinha no estilo Pale Ale


Veio então a Colorado Indica (SP), representando as IPAs, velha e querida conhecida de todos nós.
Minha caneta-polvo arregalou os olhinhos ao se deparar com a Indica

Nossa mesa


Próximas na mesa: Mistura Clássica Amber, bem gostosa, com predominância de toffee, e a Backer, com aroma intenso de chocolate e corpo leve.


A Catarinense Eisenbahn, Weizenbock. Medalha de prata no European Beer Star


Mais uma Colorado, a Demoiselle. E minha caneta-polvo olhando encantada pra essa senhora cerveja



A surpresa da noite: Backer Chocolate e Demoiselle com petit gateau

Nunca pensei que uma sobremesa combinaria tanto com uma cerveja mais adocicada, como a Backer, e igualmente com uma de maior amargor do torrado, como a Demoiselle. Foi a harmonização onde mais senti o carinho que a comida faz na bebida e vice-versa, como diz renomado chef brasileiro.


Júnior conversando conosco



Pra finalizar, o Bode nos brindou com sua Albina, witbier caseira que ficou entre as finalistas no IV Concurso Nacional de Cervejas Artesanais, organizado pela ACervA Carioca.








FemAles Tati e Lu bebendo uma Schiehallion com o palestrante da noite, sendo desfocadas pelas lentes do Botto

Um brinde a essa noite especial!

5 comentários:

remo saraiva disse...

Toda semana?? Bacana! Vou ver se vou na próxima!
Quando vai ser?
Abs, Rômulo.

José Raimundo Padilha disse...

Tati,
tava muito bom, né?
Eventos assim deviam ter sempre.
Estimula a cultura cervejeira.
Foram quantas cervejas, umas 13?
Sem contar com a caseira do Bode...
Eu aprendi e me diverti muito.
Parabéns à casa e ao Maurão!

Padilha

ps: depois visita meu blog:
www.almocario.blogspot.com

FemAle Tatiana disse...

Oi, Remo, tem que ficar de olho no site do Lapa. Seria toda terça, mas ele disse que vai mudar, por causa das reuniões da ACervA.

Padilha, foi show mesmo, né?! Pela foto, foram 11 cervas.

bjs

Patricio Mob Bier - Cerveja Caseira disse...

meninas, sobre a Backer Pale Ale, soube que o mestre Schiaveto trabalhou nesta receita, obviamente melhorando a mesma. Provei ela em chopp em BH e já conhecia em garrafa. Muito boa mesmo. Parabéns a todas pela propagação da cultura cervejeira. pão e Cerveja

Paulo Feijão disse...

que triste essa vida no rio de janeiro hein, toda semana cervejinha com os(as) amigos(as) ainda terei meu descanso por estas bandas.
Show de bola meninas, parabéns pelo evento.

Feijão
www.obiercevando.com.br